.

.

.

.

....

....

POTENDO SCEGLIERE , PREFERIRESTE :

NEI FILM , LA NUDITÁ È UM ELEMENTO IMPORTANTE ?

martedì 1 marzo 2011

QUANDO É QUE SE COMENÇA Á ESQUECER ?

................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................






QUANDO É / QUAND'É
QUE SE COMENÇA / CHE SI COMINCIA
Á ESQUECER ? / A DIMENTICARE ?

É QUANDO OS LABIOS / É QUANDO LE LABBRA
SE ADELGAÇAM , / SI ASSOTTIGLIANO ,
NO DESENHO / NEL DISEGNO
UM TRAÇO MAIS FUNDO / UN TRATTO PIÚ PROFONDO
ESCREVE / SCRIVE
UMA FERIDA ABERTA , / UNA FERITA APERTA ,
IRREPARAVEL COMO / IRREPARABILE COME
LOUCA MELODIA / PAZZA MELODIA
DE BONECOS BARRIGUDOS ? / DI BAMBOLE PANCIUTE ?

É QUANDO OS OLHOS DOENTES / É QUANDO GLI OCCHI MALATI
FOGEM / FUGGONO
DO QUE MAIS AMAM ? / DA CIÓ CHE AMANO DI PIÚ ?
OS CEUS TROAM , / I CIELI TUONANO ,
O VENTO ASSOBIA A / IL VENTO FISCHIA LA
BRUMA DO FUTURO E , / LA BRUMA DEL FUTURO E ,
A PARTE DE TI QUE / LA PARTE DI TE CHE
DORMIA , / DORMIVA ,
VOLTA A NASCER , / RITORNA A NASCERE
EFÉMERA ? / EFFIMERA ?
VAGABUNDA NO LARANJAL , / VAGABONDA NELL'ARANCETO ,
MOSTRO AO PESCOÇO / OSTENTO AL COLLO
UM FIO / UN FILO
DE PÉROLAS FALSAS ? / DI PERLE FALSE ?

É QUANDO O CORPO / É QUANDO IL CORPO
SE POE Á JEITO , / SI SISTEMA
NA TABUA , E , / SULLA TAVOLA , E ,
DETENDO-SE MORBOSAMENTE , / TRATTENENDOSI MORBOSAMENTE ,
DESPRENDE UM / LIBERA UN
TENTACULO , / TENTACOLO ,
SEMICERRANDOSE / SEMI-AVVOLTOLANDOSI
Á VOLTA DO SEXO ? OU FADAS , / INTORNO AL SESSO ? O FATE ,
EDUCANDAS / EDUCANDE
NO MOSTEIRO DOS CONTOS , / NEL MONASTERO DEI RACCONTI ,
EM RUINA , / IN ROVINA ,
GUARDAM A ENTRADA , / VIGILANO L'ENTRATA ,
A PROTEGEM DO / LA PROTEGGONO DAL
SILÊNCIO DA CHUVA ? / SILENZIO DELLA PIOGGIA ?

É QUANDO OS PEIXES , / É QUANDO I PESCI ,
NA REDE , / NELLA RETE ,
REFLETEM / RIFLETTONO
O BRILHO DA LUA , / IL BRILLARE DELLA LUNA ,
ARRANCAM / STRAPPANO
ESCAMAS AOS OUTROS , / SQUAME AGLI ALTRI ,
SE ESMAGAM A COURAÇA , / SI FRANTUMANO LA CORAZZA ,
AO RITMO DE COTOVELADAS , / AL RITMO DI GOMITATE ,
ANTES / PRIMA
DE CHORAREM , / DI LACRIMARE ,
TRANSPORTADOS / TRASPORTATI
NO COLDRE ESCURO , / NELLA BORSA SCURA ,
COMO ESTRUME , ÁS COSTAS ? / COME CONCIME , SULLA SPALLA ?

É QUANDO DUAS ARANHAS / É QUANDO DUE RAGNI
DEBATEM-SE / SI DIBATTONO
NA MESMA TEIA , / NELLA STESSA TELA ,
REVESTEM DE CABELO / RIVESTONO DI CAPELLI
UMA RAMEIRA VELHA , / UN RAMO VECCHIO ,
A COBREM / LO RICOPRONO
DUM CAPUZ DE LÃ ? / DI UN CAPPUCCIO DI LANA ?
SABEM COME É FRIO / SANNO COM'É FREDDO
O DORMITORIO COMÚN ? / IL DORMITORIO COMUNE ?

É QUANDO UMA CAMADA / É QUANDO UNA QUANTITÁ
DE CAL , FIDEL / DI CALCE , FEDELE
Á UMA PROMESSA , / A UNA PROMESSA ,
IMAGINA QUE / IMMAGINA CHE
UM TRONCO / UN TRONCO
ATEIE UM OUTRO , / ATTIZZI UN'ALTRO ,
INACABADAMENTE , / IN MODO INCOMPLETO ,
E , POIS , ESMORECE PARA / E , POI , SVANISCE PER
DEIXAR / LASCIARE
QUE O MUNDO TAMBEM / CHE ANCHE IL MONDO
POSSA MORRER COMO / POSSA MORIRE COME
AS OUTRAS ESTRELAS ? / LE ALTRE STELLE ?

OU , QUIÇÁ , / O , CHISSÁ ,
É QUANDO SE CHEGA / É QUANDO SI RAGGIUNGE
Á TERRA-DE-NINGUEM / LA TERRA-DI-NESSUNO
ENTRE / TRA
O ADEUS E A CHEGADA ; / L'ADDIO E L'ARRIVARE ;
AÍ O TEMPO / LÍ IL TEMPO
NÃO SE PARA , / NON SI FERMA ,
A VIAGEM CONTINUA / IL VIAGGIO CONTINUA
NO NOSSO QUINTAL E / NELLA NOSTRA AIA E
A TUA CARA / IL TUO VISO
COMENÇA / INCOMINCIA
A PARECER-SE CONTIGO , / AD ASSOMIGLIARTI ,
JÁ NÃO PRECISAS / ORMAI NON TI SERVONO
DE ESPELHOS OU / SPECCHI O
FOTOGRAFIAS . / FOTOGRAFIE .

1 commento:

BellaDiGiorno ha detto...

"E quando gli occhi malati fuggono da ciò che amano di più?"

Fuggono quando quell'immagine non è più la stessa o era frutto della fantasia...

Bella poesia, complimenti.